Acrílico no Brasil

22/03/2018

Conheça a história do acrílico

Em 1893, o químico francês Charles Moureu acaba de descobrir o acrilonitrilo. Ele não sabe o que fazer com isso, nem que seu nome estará sempre ligado ao fenômeno moderno que é acrílico.

Em 2001, mais de 4 milhões de toneladas de acrilonitrila (uma petroquímica) estavam sendo produzidas em todo o mundo. Mas quando Moureu tornou sua descoberta pública, demorou um pouco antes de o acrilonitrilo ser usado nas primeiras borrachas sintéticas. A Guerra Mundial reduziu ainda mais o progresso, e só alguns anos depois os cientistas começaram a encontrar novas aplicações para essa fibra acrílica. E quando se tratava de aplicativos, parecia que as possibilidades eram infinitas.

Formada por centrifugação seca ou húmida do acrilonitrilo, os têxteis acrílicos estavam sendo fabricados em 1950, e - sendo resistente a bolhas, suave ao toque e colorido facilmente - ainda são populares hoje em várias formas. Os têxteis acrílicos são muitas vezes feitos para imitar lã ou cashmere, sem os mesmos inconvenientes.

Polimetil Metacrilato foi uma das primeiras substâncias acrílicas produzidas comercialmente - um substituto de vidro acrílico. Criado por Otto Rohm e Otto Haas, este "vidro acrílico" - eles o chamavam de Plexiglass - foi usado para grandes efeitos em aviões de bombardeiros militares e copas de avião. O acrílico é tipicamente mais leve e mais forte do que o vidro, e porque ele pode ser derretido para juntar ou soldá-lo, é uma boa escolha para construções de vidro. Hoje ele é usado para tudo, de aquários a viseiras de capacete e à prova de balas para painéis de carroçaria.

Acrílico no Brasil

Voltar

Orçamento

Gostou dos nossos produtos? Então faça uma cotação online, sem compromisso. É rápido e fácil.

Fazer cotação
UA-50120507-1